• Data: 25/08/2018

Servidores da polícia são suspeitos de fraudes no contracheque

 Dois servidores da Segurança Pública da Paraíba são suspeitos de fraudar o pagamento de benefícios nas remunerações. As informações e os nomes dos investigados constam na edição deste sábado (25) do Diário Oficial do Estado.

Conforme a Portaria Nº 003/2018-CPI, um escrivão da polícia teria inserido dados falsos no extrato de bonificação de apreensão de arma de fogo, pago pela Secretaria de Segurança Pública da Paraíba, com o objetivo de receber o dinheiro de forma indevida e ainda se apropriar de valores referentes a plantões extras de outros servidores.

Segundo a apuração, há evidências de que houve manobras suspeitas e dois gestores do servidor teriam sido coniventes com as fraudes ou agido com negligência ao deixar que a situação irregular continuasse.

As denúncias que deram origem às investigações foram formuladas por um servidor, por meio de dois ofícios. A Corregedoria-Geral da Segurança Pública deu início à apuração e enviou cópia da Portaria para o secretário de Segurança, Cláudio Lima, e para o delegado-geral da Polícia Civil da Paraíba, João Alves. A Portaria é assinada pelo corregedor-geral da Segurança Pública, Servilho Silva de Paiva.



 

Voltar

PUBLICIDADES