• Data: 23/02/2019

Ex-prefeito e filho são presos suspeitos de desviar recursos

 Uma operação denominada Captura, ocorrida na manhã deste sábado (23), e promovida pela Polícia Federal (PF) terminou com a prisão do ex-prefeito de Imaculada, José Ribamar da Silva, e ex-tesoureiro da Prefeitura de Imaculada e filho de José Ribamar, André Diogo Firmino, ambos por suspeita de desvios de R$ 606.091,03 de recursos públicos em benefício próprio.

 

Conforme a PF, na denúncia, feita pelo Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB), é citado que os suspeitos sacavam valores provenientes de diversos recursos federais, como convênios, termos de parceria, Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e Fundo Municipal de Saúde, transferidos para a conta do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e da prefeitura.

Em seguida, o dinheiro era desviado. Além do prejuízo aos cofres públicos, a ação resultou no atraso de três meses de salário e 13º salário de 516 funcionários da Prefeitura.

Ainda segundo a PF, os presos serão encaminhados, ainda neste sábado, ao sistema penitenciário.



 

Voltar

PUBLICIDADES