• Data: 31/08/2018

Carlão diz que CMJP não barrou cidadania a Bolsonaro e prevê aprovação

 O vereador Carlão da Consolação (DC) disse, nesta sexta-feira (31), que o título de cidadania apresentado por ele na Câmara de João Pessoa (CMJP) ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) não foi barrado, como foi divulgado pela vereadora Sandra Marrocos (PSB) nas redes sociais.

Em um post em sua conta no Instagram, Sandra se colocou contra a proposta e disse que não vai permitir que a Casa preste homenagem a uma pessoa que promove o ódio e a desigualdade.

De acordo com Carlão, o que na verdade aconteceu foi a retirada do projeto de pauta a pedido do líder do prefeito na Casa, vereador Milanez Neto (PTB). Carlão explicou que como existiam outros projetos mais importantes na Câmara, a exemplo de um remanejamento de recursos, não viu problema algum a homenagem a Bolsonaro ser votada posteriormente.

Sobre a previsão para que a matéria seja votada, Carlão disse que até a primeira quinzena de setembro o projeto deverá ser apreciado pelos vereadores.

Questionado se há clima entre os parlamentares para que o título de cidadania a Bolsonaro seja aprovado, Carlão se mostrou otimista e lembrou que se a Câmara de João Pessoa prestou a mesma homenagem a um presidiário – referindo-se ao ex-presidente Lula – porque não reconhecer o trabalho de alguém que não tem histórico de corrupção. “Se prestaram homenagem a alguém condenado por corrupção, um presidiário, porque não a Bolsonaro?”, questionou.



 

Voltar

PUBLICIDADES